domingo, 24 de abril de 2016

Diário #LBL -> Liège-Bastogne-Liège

#LBL - Boa tarde amigos :)

Antes de mais, deixem-me agradecer-vos todo o apoio que me transmitem prova após prova. Este resultado também é vosso, o meu sucesso também pertence a quem me apoia. OBRIGADO.

Obrigado também à minha família que nunca me falha quando eu preciso e à equipa por todo o apoio.

Sobre a corrida, foi das mais duras e exigentes que me lembro de competir até hoje. Um percurso ainda mais duro, estradas estreitas e condições climatéricas super exigentes, vieram atrapalhar o nosso desempenho. As temperaturas que nunca ultrapassaram os 4.º C, com neve à mistura.

Foto: #LBL 

 Como vos disse de manhã, o percurso 2016 teve uma subida extra, 600m em paralelo. Eu sabia que era ali que tudo se iria decidir, por isso cheguei-me à frente e não hesitei quando chegou a hora de ir ao máximo. Depois daquele esforço extra o meu corpo vinha já no limite e não consegui fazer melhor quando atacou Poels. Foi um ataque fortíssimo. As minhas pernas não conseguiram superar aquele ritmo do corredor da Sky. Poels foi logo seguido pelo Albasini, 1.º e 2.º respetivamente. Parabéns a eles, foram mais fortes.

Estou muito feliz com este pódio. É fruto de muito trabalho de casa e muita dedicação. Eu acredito que quando se trabalha bem e de forma honesta os resultados aparecem sempre. Hoje foi um desses dias, considero que foi um grande resultado, que me motiva para os próximos objetivos.



Foto: #LBL

Já estamos em terras suíças, chegamos há pouco ao hotel. Na terça começamos outra corrida, a Volta a Romandia, que decorre até ao próximo domingo. Quero voltar a estar na frente com os melhores e vou lutar por isso. Conto com o apoio da minha equipa e o vosso apoio aí em casa.

*VÍDEO-RESUMO:



* FOTOS: http://www.letour.fr/liege-bastogne-liege/2016/us/gallery.html

* TOP-10 #LBL
1. POELS Wouter    66    TEAM SKY    06h 24' 29''  
2. ALBASINI Michael    92    ORICA GREENEDGE    06h 24' 29''    + 00' 00''
3. FARIA DA COSTA Rui Alberto    31    LAMPRE - MERIDA    06h 24' 29''    + 00' 00''
4. SANCHEZ GONZALEZ Samuel    176    BMC RACING TEAM    06h 24' 33''    + 00' 04''
5. ZAKARIN Ilnur    28    TEAM KATUSHA    06h 24' 38''    + 00' 09''
6. BARGUIL WARREN    151    TEAM GIANT-ALPECIN    06h 24' 40''    + 00' 11''
7. KREUZIGER Roman    41    TINKOFF    06h 24' 41''    + 00' 12''
8. RODRIGUEZ OLIVER Joaquin    21    TEAM KATUSHA    06h 24' 41''    + 00' 12''
9. MOLLEMA Bauke    191    TREK - SEGAFREDO    06h 24' 41''    + 00' 12''
10. ROSA Diego    76    ASTANA PRO TEAM    06h 24' 41''    + 00' 12''

*CLASSIFICAÇÃO LUSA
3° Rui Costa m.t.
86.º José Mendes +5'27''
DNF Mário Costa
DNF Tiago Machado
DNF Armindo Fonseca -> Lusodescendente


*CLASSIFICAÇÃO completa, aqui: http://www.letour.fr/liege-bastogne-liege/2016/us/classifications.html

Obrigado uma vez mais pelo vosso apoio. Fiquem com um abraço gigante deste vosso amigo,

@RUI COSTA ;)



17 comentários:

  1. És enorme Rui Costa.
    É um orgulho poder ver ciclismo em direto tendo um português com tua qualidade sempre em grande plano.
    Obrigado por tudo o que nos proporcionas.
    Força para o Tour de Romandie.

    ResponderEliminar
  2. Pelo que vejo, este ano promete. As vitórias vão aparecer. Parabéns pelo bronze.

    ResponderEliminar
  3. Pena a tua equipa nunca te acompanhar...

    ResponderEliminar
  4. Grande Rui Costa. Vi de forma muito emotiva esta edição. Foram 3 horas ganhas em frente ao ecrã.

    Tiago Bastos

    ResponderEliminar
  5. Viva, boa noite e muito bom descanso Rui. Sobretudo muito merecido que é quando sabe melhor. Agora mais a frio e se me permites, eu que levo mais Lieges no sofá que tu, também não me lembro de nenhuma pior. Julgo que às páginas tantas o Eurosport mostrou um tweet que dizia que mereciam todos ganhar. E julgo que hoje todos perceberam que ninguém queria ganhar tanto como tu. E também me pareceu tudo muito bem feito hoje Rui. No fim sempre tu a responderes ao Albacini. Julgo que o mais rápido e o menos inteligente com tanto desgaste. Para ser sincero o Sanchez nunca me assustou e quando te vi deixar o Poels encostar ao Albacini no último Km julguei mesmo que era entre ti e o Albacini. A cair para ti. Infelizmente como se viu depois foi mais o desejo que outra coisa. E não deixou de ser uma grande vitória do Poels. Parabéns para ele. Julgo que todos perceberam a grande diferença para o muro de Huy e que hoje com uma Movistar a trabalhar para ti ninguém te agarrava. Não faz mal, fica para a próxima. Parabéns e muito obrigado Rui!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Porque é que a Movistar haveria de trabalhar para o Rui com o Valverde na equipa?? Quanto muito teria o Rui trabalho para o Valverde na última parte da prova se lá estivesse...

      Por isso é que ele fez bem em mudar de equipa, porque pode correr com toda a liberdade e mostrar o melhor dele próprio.

      Não se queixem de ele ter pouca companhia, nos momentos em que a corrida se decide, estava cada um por si, nem Poel nem Albasini nem Sanchez tiveram qualquer tipo de ajuda por parte da equipa. Ganhou o mais forte.
      E o Rui esteve imperial. Escapou por pouco.

      Parabéns Rui!

      Eliminar
    2. Meu caro,

      Apesar de não ser o sitio mais indicado para desacordos deste tipo e sobretudo depois de mais uma grande classificação do Rui no World Tour - onde felizmente concordamos.

      Ninguém disse que a Movistar tinha que trabalhar para o Rui. Como é óbvio. A Movistar trabalhou e muito bem para o seu chefe de fila, que ontem teve um dia menos bom no fim. E foi só por isso que o “trabalho” da Movistar ainda acabou mais cedo. Tão pouco alguém questionou qualquer opção de carreira do Rui. O que foi dito é que o Rui Costa como chefe de fila numa equipa como a Movistar ganhava muito mais. Como aliás todos os grandes chefes de fila das grandes equipas ao longo da história. Nem tem nada que saber. E pensar que as corridas de ciclismo só se decidem sempre nos últimos metros... Só ontem foram mais de 6 horas para correr mais de 250 Km. Onde todos os ciclistas passam por tanto mas tanto… E depois uns chegam melhor ao fim e outros nem chegam. O Rui, por exemplo, faz sempre uma série de recuperações sozinho que outros não precisam. Como voltou aliás a ser notório até na transmissão televisiva. E como isso tudo conta no fim meu caro.

      Cumprimentos.

      Eliminar
    3. Sim mas a questão é que o Rui teve que sair porque a Movistar era uma equipa demasiado forte para ele poder ser mais que um gregário de luxo lá.
      Basta comprar os resultados do Valverde e do Quintana aos do Rui.

      Não podemos querer tudo. Ou queremos o Rui a liderar e a correr com liberdade, ou queremos o Rui numa equipa de topo onde ainda não demonstrou qualidade para lá ser líder ( nas grandes competições ).

      Eu prefiro esta ;)

      Grande abraço e força Rui

      Eliminar
  6. Parabéns Rui! Pódium bem merecido, não é todos os anos que neva no fim de Abril na Bélgica. E que tal pensar em outras provas com empedrado?

    E agora a Romandia. Se poder estarei lá no próximo fds. Boa sorte!

    ResponderEliminar
  7. Boa noite Rui..
    Só agora pude vir deixar o meu comentário e deixar-te os meus parabéns.
    Apesar de ter visto a corrida aos soluços e só por inteiro os últimos 7 kms, devo dizer que nunca senti o meu coração desta maneira, começou a bater de uma forma naquela subida de Naniot que por pouco não me deu algo, até pensei em desligar o computador qd faltavam 2km.. e nem era pela aposta que tinha feito por ti com uma odd de 26.. (fiquei contente de qq forma pelo teu desempenho).
    Sobre a corrida dizer que estiveste Maravilhástico !!!
    Que condições meteo mais adversas, nem imagino como deves ter sofrido com aquelas temperaturas baixas.
    Sobre a tua corrida, só de lamentar não ter sido o 1º lugar, mas como alguém supra citou as forças para chegar ao fim não são iguais para todos, outros favoritos ficaram pelo caminho mais cedo.
    Todos sabemos que deste o melhor que podias e viu-se bem nas tuas expressões nos últimos kms, quem viu e reviu os últimos kms como eu, fica com a ideia que no final da Rue Naniot se tens dado uma “ ajuda” Albasini podia ter sido uma chegada a dois, outra situação foi qd o Poels “ataca” dentro do último km e tu consegues fechar o buraco atrás do Albasini se tens contra atacado penso que ninguém teria forças para te seguir, mas isto é fácil para quem está em frente à TV ou PC, porque ninguém melhor que tu e só tu mesmo sabia que forças te restavam e no sprint comprovamos que estavam todos super limitados de forças.
    No jornal Marca (desportivo espanhol) até andei em bate-papos com alguns espertos que gostaram de ver que não foste tu a ganhar porque não deste nenhum relevo ao Albasini depois de terem subido a Rue Naniot, ceguinhos coitados.. quem é que fechou 90 % dos buracos que se produziram com os ataques de Albasini e Poels ?? Enfim
    Esta já passou que venham as próximas e bons treinos
    PS: mais uma vez se comprovou que qd toca a subidas não tão íngremes lá estás fácil… Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva Luis Carlos,

      Infelizmente nos desportivos por cá só dá futebol. E quanto mais sujo melhor. Mesmo com um Campeão do Mundo Português no Pódio de um Monumento do ciclismo. Enfim, nós estarmos aqui a falar do Rui também já é uma grande vitória dele.

      Como o próprio Rui diz, ele sabia que a decisão estava no paralelo. E foi lá que ele deixou tudo. Porventura até demais mas tinha que ser. Primeiro a ter que responder sozinho a AlaPhilippe e depois a Albacini. E foi mesmo o 2º ataque de Albacini que partiu tudo e levou só quatro até à meta. E se a Fleche tinha mostrado alguma coisa era que a Movistar era a grande equipa neste momento e que os dois favoritos voltavam a ser precisamente AlaPhilippe e Valverde – e que voltou a ter homens até ao fim para vencer. E se à partida diria que era impossível o Rui ganhar depois de responder a dois ataques já no paralelo a verdade é que se o paralelo demora mais uns metros ficava só o Rui e o Albacini. Porque tanto Sanchez como Poels - que até um Campeão do Mundo como Kwiathowski também teve quase até ao fim – só conseguiram chegar ao Rui já depois do paralelo. Em suma, este ano julgo que o Rui ganha o pódio mas perde a Liege no paralelo com tanto esforço. Uma inovação, por ironia. Ao menos que tivesse 1 km. Ou um colega para encostar a 1ª vez a AlaPhilippe.

      Um abraço.

      Eliminar
    2. Concordo plenamente, em relação à nossa comunicação social ja mete n.j. no Record que tem as medalhas atrás nem uma no Rui.. Vergonha.

      Eliminar
  8. Muitos parabéns pelo pódio! Continuarei sempre a torcer por si! Continuação de bom trabalho!

    ResponderEliminar
  9. Muitos parabéns pelo pódio! Continuarei sempre a torcer por si! Continuação de bom trabalho!

    ResponderEliminar